Seja um jovem de 23 anos em uma jornada de autoconhecimento por todo o continente sul-americano a bordo de uma Norton 500 ou seja uma viagem por toda Europa no início dos anos 70 em uma Triumph, ou então a Rota 66 em uma Harley-Davidson, algumas viagens podem ser transformadoras.

Talvez seja a paz de espírito ou as pequenas coisas que você aprende sobre si mesmo, viagens de moto são uma ótima maneira de relaxar, refletir e recarregar – R&R&R. Pergunte a qualquer um que fez uma longa viagem de motocicleta e eles vão lhe dizer sobre algum “momento” que muda tudo.

Wanderlust (em português, “desejo de viajar”) à parte, aqui estão algumas razões pelas quais fazer uma longa viagem de moto pode realmente ser bom para você.

Uma longa viagem de moto vai dar-lhe as mais maravilhosas histórias

Na estrada você vai conhecer novas pessoas, experimentar novos estilos de vida, saborear pratos típicos e desfrutar de vários festivais locais. Tudo isso vai lhe render histórias suficientes para uma vida inteira de conversas e talvez até você decida escrever um livro. Uma das coisas mais notáveis sobre uma viagem de moto é o contato com a natureza e a humanidade em primeiro lugar.

flickr/yavuzcan

flickr/yavuzcan

Uma longa viagem de moto vai te ensinar muito sobre si mesmo

Misturar viagens com autoconhecimento pode soar clichê, mas é verdade. Viajar sozinho ou com amigos te ensina muito sobre o tipo de pessoa que você é. Você começa por compreender quais são suas necessidades básicas. Algumas perguntas pipocam em sua mente enquanto roda fitando o horizonte: Será que realmente preciso de todas aquelas camisas que, aparentemente, eram minhas favoritas? Será que preciso mesmo de condicionador, sabonete líquido e gel de cabelo? Será que vou acabar usando todos aqueles pares de sapatos sendo que posso sobreviver com apenas um par confortável? Uma viagem pode ajudá-lo a entender como desnecessariamente nossas vidas podem se tornar sobrecarregadas.

A preparação para uma viagem em si já pode ajudá-lo também, mesmo que psicologicamente. Basta considerar o que levar e o que deixar para trás, e comparar sobre o que pesa em sua vida. Isto pode variar de relacionamentos que te fazem mal até os dispositivos eletrônicos aos quais nos tornamos dependentes. A preparação é o primeiro passo para que você seja você mesmo e livre-se do “peso morto” que você possa eventualmente estar carregando.

Uma longa viagem de moto vai te fazer muito mais independente

Quando você viaja sozinho em uma moto, você aprende a cuidar de si mesmo e de seus pertences, onde quer que vá. Essa viagem vai lhe ensinar em quem confiar. Por exemplo, em casa, você estaria confortável deixando suas coisas ao redor, porque você confia nas pessoas e conhecer o lugar. Mas quando estiver entre estranhos, o seu cérebro reptiliano vai tomar conta e aguçar seus sentidos.

Um viagem de solo também irá ensiná-lo a cozinhar, o que comer, como cuidar do seu dinheiro, como limpar as coisas depois de usá-las, tornando-o autossuficiente.

flickr/david_e_smith

flickr/david_e_smith

Uma longa viagem vai te ensinar muito sobre a sua moto

Uma longa viagem vai mudar a maneira como você olha e ouve a sua moto. Você vai prestar muito mais atenção à manutenção. Todas aquelas pequenas coisas que você havia ignorado terão prioridade. Você vai olhar para os pneus mais de perto, prestar atenção na fiação, luzes indicadoras e todas as pequenas coisas que você não se preocupava muito. Pode até ser que você se surpreenda com o número de itens necessários trocar quando fizer um detalhado check-up antes de viajar.

Além disso, você vai lembrar de toda parafernália necessária para viajar com conforto e segurança. Vai se lembrar de como é importante a hidratação, as roupas com proteção, um bom capacete, botas adequadas, luvas e assim por diante.Você pode nem lembrar destas coisas ao andar de moto na cidade, mas para uma longa viagem, você não vai querer correr nenhum risco.

flickr/basecampbaker

flickr/basecampbaker

Você vai encontrar-se em lugares que você nunca pensaria em visitar se estivesse em um carro

Pequenas vielas e pequenas ruas não serão problema. Com duas rodas que você pode fazer o seu caminho através de muitos lugares absolutamente maravilhosos – vilas típicas, amontoados culturais, praças e deliciosas comidas de rua. E a melhor parte sobre longas viagens de motocicletas é que estacionamento nunca é uma dor de cabeça.

Uma longa viagem de moto vai fazer você perceber como viajar em carros, ônibus ou aviões simplesmente não é bom o suficiente

Depois de fazer uma viagem longa em uma motocicleta, você vai entender e aprender a apreciar a beleza desta experiência emocionante e como uma viagem em nenhum outro veículo se compara. A sensação de liberdade que vem com ar fresco batendo seu rosto é incomparável. Tanto é que você querer de fazer mais destas viagens e, com o tempo, por períodos cada vez mais longos.

flickr/yavuzcan

flickr/yavuzcan

Você vai entrar em contato com muitas pessoas novas

Ao viajar através de estados, países ou continentes, você é obrigado a se deparar com todos os tipos de pessoas. Eles vêm de todos os caminhos da vida, pertencem a diferentes culturas e tem suas próprias preferências. Você vai aprender muito sobre as pessoas, suas naturezas, o que afeta seus comportamentos, como eles expressam diferentemente suas emoções e como eles celebram seus momentos de alegria.

Você não será capaz de encontrar esta visão rara sobre as pessoas em nenhum livro. Esta é uma lição que precisa ser experimentada em pessoa, precisa ser vivida.

Fazer uma viagem de moto pode ser uma experiência única de vida. É algo que todo motociclista deve fazer pelo menos uma vez em sua vida. Pode ser necessário um pouco de um investimento e muita preparação, mas os retornos serão muito maiores do que você jamais pode imaginar.

flickr/miyoko-tour

flickr/miyoko-tour

Gostaria de conhecer produtos exclusivos, que traduzem o amor pela liberdade e motos? Clique aqui!
Via.

3

3 thoughts on “Porque longas viagens de moto te farão bem

  1. Antonio eduardo rantin 5 anos ago

    Very good

  2. Karina Yukimi 5 anos ago

    Amei!

  3. Valdemir piva 4 anos ago

    Muito bom mesmo fazermos nossa rota 66 pelo Brasil?