A fadiga (cansaço) é identificada como principal causa de até 20% de todos os acidentes. No entanto, há muita dificuldade por parte da polícia em reprimir ou até mesmo conseguir identificar quais motoristas/pilotos estão cansados. Então cabe a nós mesmos ter bom senso, monitorar os níveis de fadiga e jamais ignorar qualquer sinal de cansaço.

Eu admito que já pilotei minha moto mesmo estando cansado, porém acredito que eu não chegaria ao ponto de cair no sono – embora isto seja algo completamente possível. Há muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo que te manterão acordado: a troca de marchas, o equilíbrio da moto, o contraesterço, os freios de pé e mão. Há também o vento batendo em seu rosto, o ruído do escapamento e a relativamente baixa autonomia que exige que você encoste a cada poucas centenas de quilômetros.

O cansaço é um problema muito mais sério entre motoristas de carros ou caminhões, umas vez que estes possuem tanques de combustível que permitem longas jornadas sem paradas para abastecimento; existe a questão do conforto em suas cabines fechadas, poltronas macias, baixo nível de ruído e auxiliares na direção como câmbio e piloto automáticos.

No entanto, motociclistas podem sim adormecer enquanto pilotam e vários acidentes desta natureza já fora registrados. Então, para evitar que casos como estes continuem a ocorrer e uma vez que devemos monitorar nossa própria fadiga, aqui estão 10 dicas para ajudar você a ficar acordado e alerta em uma longa viagem em sua moto.

best-road-trip-popular-cities

ROTA

Escolha rotas mais interessantes do que as que você já está acostumado a rodar. Estradas novas e vias sinuosas exigem mais esforço mental, mais manobras de direção, mais trocas de marcha e maior utilização dos freios. Rotas assim tornarão menos interessante o uso de piloto automático, se acaso sua moto for equipada com este item.

boss-fight-free-high-quality-stock-images-photos-photography-field-notes-pencil-paper

PLANEJAMENTO

Não basta planejar apenas a sua rota; planejar suas paradas também é necessário. Não trace objetivos de distância irrealistas. Além disso, esteja ciente de que alguns pilotos dentro do seu grupo podem não ter a mesma resistência que os outros, de modo que o planejamento de paradas deve ser pensado para atender o piloto mais vulnerável do grupo.

Time-to-sleep

SONO

Certifique-se de ter um sono adequado e restaurador na noite anterior à partida. Se o passeio irá extender-se por vários dias, sugira a seus companheiros de viagem que todos durmam em horário razoável e evite beber até as primeiras horas da manhã. Defina uma horário de partida realista pela manhã – algumas pessoas não funcionam devidamente quando acordam muito cedo. Caso o conselho sobre a bebedeira não for levado em conta, é prudente que se adie o horário de partida, em nome da segurança de todo o grupo.

Closeup-pouring-water-into-glass-on-a-blue-background-000045207098_Medium

HIDRATRAÇÃO

Beba bastante água. Isso irá evitar a desidratação decorrente da exposição ao vento. A desidratação pode levar a tonturas, confusão mental e faz com que as habilidades motoras corporais fiquem mais lentas. Evite bebidas com açúcar, cafeína ou álcool, o que pode “dar-lhe asas” inicialmente, no final te levará à sonolência. Bebidas alcoólicas devem ser ingeridas em quantidades moderadas nas paradas finais de cada dia. A ingestão de álcool em excesso vai diminuir a qualidade do seu sono, deixando-o cansado durante o dia seguinte.

IMG_3689-003

ALIMENTAÇÃO

Opte por porções menores e mais freqüentes. Evite alimentos exageradamente ricos em carboidratos. Grandes refeições e alimentos ricos em carboidratos, gordura e açúcar irão deixar seu corpo mais lento durante a digestão destes alimentos pesados.

_MG_6739_1_1200

PARADAS

Faça curtas paradas pelo menos a cada duas horas – tomar água, ir ao banheiro, esticar as pernas, sempre será bom após 2 horas em cima de uma moto. Faça paradas mais longas entre as 4 e 6 da tarde, geralmente é quando os pilotos vão estar se sentindo mais cansados e vão precisar de um pouco mais de tempo para se recuperar. Na verdade, tente chegar à sua parada para dormir ou destino mais ou menos neste horário.

biker-large

EXERCÍCIO

Ao parar tente exercitar-se mesmo que de forma leve, caminhando até a esquina, por exemplo. Esticar-se, alongar a coluna e os músculos também é uma boa forma de espantar o cansaço e deixar o corpo mais alerta. Afinal, não faz sentido sentar para descansar, quando se está cansado de ficar sentado, não é?

92e112a22e25a990922eaff97e31df8bx

MÚSICA

Motos equipadas com sistema de som podem levar sua viagem a outro nível; o fato de ter suas músicas preferidas ao longo de belos cenários poderá aumentar sua frequência cardícaca, melhorar sua respiração e consequentemente deixá-lo mais alerta. Porém cuidado, animação em excesso pode levar à confiança em excesso e é aí onde mora o perigo. Seja sempre prudente, mantenha uma velocidade segura e fique alerta aos veículos ao redor e retrovisores. Deixe a música ser um belo pano de fundo para sua viagem.

group post hd

GRUPOS

Viaje em pequenos grupos. Andar sozinho é a receita ideal para perder a concentração, porém andar em grandes grupos também pode fazer você desligar-se da estrada. Se estiverem em muitas motos, divida os pilotos por experiência e estilo/portência de moto, faça pequenos grupos afins e organizem o revezamento da liderança de cada grupo.

harley-davidson-motorcycles-overtaking-cars-britain-uk-ABERTY copy

ULTRAPASSAGEM

Não fique “eternamente” atrás dos veículos. Se for seguro, faça a ultrapassagem. O ato de ultrapassar estimulará os seus sentidos e te deixará muito mais alerta a qualquer situação de perigo. Ficar atrás de outros veículos tende a fazer com que você se concentre na traseira do veículo à frente, o que é um pouco hipnótico e pode deixá-lo sonolento. Mas não pense também que altas velocidades irão mantê-lo acordado. É ideal que sempre altere um pouco a velocidade para manter-se focado, porém não abuse.

Com estas 10 dias, posso lhe afirmar que suas viagens ou vão render muito mais ou vão cansar muito menos. Sem contar na diminuição de vários riscos que corremos cada vez que decidimos pegar a estrada. Aproveite cada quilômetro e certifique-se de ter ótimas histórias para contar depois de cada viagem.

Gostaria de conhecer produtos exclusivos, que traduzem o amor pela liberdade e motos? Clique aqui!
Via.

26

26 comentários em “10 dicas para vencer o cansaço em longas viagens de moto

  1. MITRE BDA 5 anos atrás

    Muito boas dicas . Destaco as seguintes – descansar cedo , não beber a noite , parar ao abastecer e lembrar de alongar . Por ultimo fazer pequenas refeições – sanduíches feitas por vc. O que resume tudo é que o moto viajante precisará de ser muito disciplinado para minimizar as possibilidades de acidente.

    1. nader 5 anos atrás

      Exatamente!
      A disciplina ajuda a não transformar o que se tornaria uma bela lembrança numa memória indesejada.
      Tendo limites, tudo vai bem!

  2. Calos Alencar 5 anos atrás

    Ótimas dicas, discordo quanto a não sentar para descansar, pois, quando estou viajando e paro, a primeira coisa que procuro é um lugar confortável para me sentar, pode ser no chão mesmo. Depois ando e faço alongamentos….valeu

    1. nader 5 anos atrás

      É válido também, Carlos.
      Cada corpo se comporta de uma maneira. O importante mesmo é descansar regularmente durante a viagem.

  3. Italo Joffily 5 anos atrás

    As Sugestões são muito boas. Gostaria de recomendar uma revisão na grafia e concordâncias do texto.

    1. nader 5 anos atrás

      Obrigado, Italo!
      Se puder mencionar onde há erros, posso corrigi-los.
      Forte abraço.

  4. Ricardo Lisboa 5 anos atrás

    Ótimas dicas, parabéns!!!!VALEU

  5. Walter Brunelli 5 anos atrás

    Percorri onze mil km sozinho, andava no máximo 400 km por dia… como eu tinha tempo, parava cada 100 km…

  6. João Francisco Carrozza 5 anos atrás

    É preciso ter muita atenção ao MOVIMENTO PARADO. Você está em movimento com a m0to, mas está sentado parado. pare a moto cada 15 ou 20 minutos e faça um alongamento.

  7. Manoel 5 anos atrás

    Creio de 800km/dia é uma distância razoável

  8. Denis 5 anos atrás

    As dicas são ótimas. Reais para todo motociclista. Mas uma consideração a ser feita em viagens grandes é o stress gerado pela emoção da viagem, do sonho planejado. Já aconteceu comigo de ter esta explosão de emoção e ela drenar fortemente as energias principalmente no inicio da viagem e o percurso pela expectativa. Segredo? Não tenho, mas tento relaxar ao máximo antes de todas as viagens memorizando as etapas de forma tranquila. Quem nunca ficou ansioso com seu planejamento?

    1. nader 5 anos atrás

      Verdade, Denis! A ansiedade e expectativa em excesso pode prejudicar até o sono na noite anterior à saída. O ideal é buscar formas de relaxar e controlar a ansiedade, para sair com todo gás possível.
      Obrigado pelo comentário!

      1. Nilson 4 anos atrás

        Quero tirar uma dúvida, tenho uma fan125 até quantos km posso rodar com ela para descansar sem prejudicar o motor? E qual o tempo mínimo de parada para recomeçar a viagem?
        Obrigado

        1. Leandro 2 meses atrás

          A moto estando com manutenção e revisão em dia não há limite de quilometragem para fazer a parada.E o tempo mínimo de parada varia de pessoa pra pessoa.Resumindo …a moto aguenta fio, quem não aguenta somos nós que somos de carne e osso..

  9. Milton Medeiros 4 anos atrás

    Parabéns Nader. Ótimas dicas. Farei minha primeira viagem mais longa em poucos dias. Lembrarei dos ótimos conselhos.

    1. nader 4 anos atrás

      Obrigado, Milton! Faça uma ótima viagem e, se quiser, nos mande fotos˜

  10. Renato 4 anos atrás

    Olá
    Excelentes sugestões.
    Serão “levadas” comigo, daqui 30 dias, ao Uruguai ( 5000km).
    Abs

    1. nader 4 anos atrás

      Boa viagem, Renato! Mande fotos!

  11. Matheus 3 anos atrás

    Estou planejando uma viagem de 700km (com saída as 06 da manhã, pra chegar no mesmo dia), com uma XRE-300! Alguma dica extra?

    Abraços!

    1. nader 3 anos atrás

      Paciência, atenção e nada de pressa! E curta a viagem!

    2. Fernando Amaral 3 anos atrás

      Matehus, no grupo da XRE no facebook tem um cara que fez 11 mil km numa XRE, da uma olhada lá

      1. nader 3 anos atrás

        É muito possível fazer qualquer quilometragem, basta saber os limites: do piloto, da moto e da estrada. Forte abraço!

  12. daniel poeta 3 anos atrás

    aqui nao e aula de gramatica,sao dicas, tem cada otario no pedaço kkkkkk

  13. RUBÃO 55MILHAS 3 anos atrás

    A VIDA PREFERE A CALMA. O IDEAL EM GRANDES VIAGENS É PILOTAR 500KMS EM LUZ DO DIA TRANQUILO COM BELAS FOTOS E APRECIANDO A NATUREZA. EU LEVO AS 20MOTOS A 10.000KMS DE SÃO PAULO E AMIGOS PILOTAM 15 a 90 DIAS DO USHUAIA AO ALASCA #55MILHAS #RUBAO #MOTOHOMEGARAGE A 20 ANOS ?

  14. Luiz Cabral 2 meses atrás

    Muito interessante o texto. Acabei de chegar de uma viagem de 6 dias e 2.100km. Infelizmente só li agora. Poderia ter utilizado outras dicas, principalmente a dica dos exercícios nas paradas.
    Muito obrigado. Usarei todas elas nas próximas viagens.

    1. Nader Hamdan 2 meses atrás

      Muito bom saber que o que trazemos é útil. Obrigado pelo comentário!