Todo motociclista sabe que pilotar moto alivia o estresse. Afinal, todos nós sabemos como é aquela sensação de liberdade quando subimos em uma moto e seguimos para a estrada. Viajar de moto é relaxante e sem dúvida é uma ótima forma de deixar de lado qualquer estresse do dia a dia. A chamada “terapia do vento no rosto” é conhecida dos motociclistas. Por isso, todos nós continuamos difundindo seus benefícios e explicando para o mundo que pilotar moto mesmo sozinho é eficiente quando se trata de aliviar o estresse e promover uma vida mais feliz.

Porém, como todo mundo sabe, uma coisa é aquilo que achamos, outra coisa é a ciência. Recentemente um estudo comprovou que sim, pilotar moto alivia o estresse e é capaz de aumentar o foco. O resultado pode não ser surpreendente para muitos motociclistas, mas para o resto do mundo, com certeza é! Confira!

A “terapia do vento no rosto” e a ciência

Recentemente os efeitos da “terapia do vento no rosto” foram finalmente comprovados. Um estudo científico promovido pela UCLA Semel Institute for Neuroscience and Human Behavior em parceria com a Harley-Davison analisou mais de 50 motociclistas saudáveis. Os motociclistas foram convidados a pilotar suas próprias motos em condições climáticas normais em uma distância de exatamente 22 milhas, o equivalente a cerca de 36 quilômetros.

Dois critérios foram utilizados para avaliar se de fato pilotar moto alivia o estresse. O primeiro era medir a atividade cerebral do motociclista durante a pilotagem e o segundo era medir seus níveis hormonais antes e depois de terem completado o percurso.

Todos os motociclistas foram ligados a um dispositivo móvel que detecta a atividade elétrica do cérebro. Além de medir os níveis hormonais e a atividade cerebral durante o trajeto, os participantes também foram monitorados antes do passeio, enquanto dirigiam um carro, e enquanto descansavam.

Os pesquisadores observaram que pilotar moto diminuiu os níveis de estresse dos participantes em 28%. A pilotagem durante o período de 20 minutos também foi suficiente para aumentar o batimento cardíaco dos participantes em 11% e seus níveis de adrenalina em 27%. O foco e o estado de alerta dos motociclistas também apresentaram um aumento sensível.

Pilotar moto diminui o estresse: a prova

Com as evidências cientificamente comprovadas de que pilotar moto diminui o estresse e aumenta o foco, torna-se perfeitamente claro porque os motociclistas são normalmente felizes, descontraídos e têm grande atenção aos detalhes.

Agora que a ciência comprova, fica a dica! Da próxima vez que voltar do trabalho, sentindo-se estressado e cansado, em vez de se deitar ou assistir um Netflix, pegue sua moto e vá dar uma voltinha por uns 20 minutos! Motociclistas experientes estão bem cientes disso, e já é hora de o resto do mundo saber sobre os benefícios divinos da “terapia do vento no rosto”.

E você, é adepto da terapia no rosto? Compartilhe então esse artigo com aquele amigo, namorada ou mesmo a sua mãe que nunca entenderam a sua paixão por pilotar moto!

Photo by Harley-Davidson on Unsplash

0

*